Nanotecnologia

O que é a nanotecnologia?

A nanotecnologia está associada a diversas áreas (como a medicina, electrónica, ciência da computação, física, química, biologia e engenharia dos materiais) de pesquisa e produção na escala nano (escala atómica). O princípio básico da nanotecnologia é a construção de estruturas e novos materiais a partir dos átomos (os tijolos básicos da natureza). É uma área promissora, mas que dá apenas seus primeiros passos, mostrando, contudo, resultados surpreendentes (na produção de   semicondutores, Nanocompósitos, Biomateriais, Chips, entre outros). Um dos instrumentos utilizados para exploração de materiais nessa escala é o microscópio electrónico de varredura, o MEV. O Objectivo principal é chegar em um controle preciso e individual dos átomos.    

  

 Qual a função do Centro de Nanotecnologia Responsável?

 O Centro de Nanotecnologia Responsável pretende implantar e difundir todo o tipo de questões e debates sobre a gestão responsável da nanotecnologia. Os elementos do CRN consideram que até uma tecnologia tão potente como a fabricação molecular pode ser utilizada de maneira inteligente. Contudo, receiam as consequências de um mal uso de esta tecnologia, sobretudo se não houver informação suficiente sobre os possíveis riscos.

A função do CRN é apresentar ambos os lados, as vantagens e os riscos da nanotecnologia, e as possibilidades que existem para a sua aplicação responsável.

Com a intenção de oferecer informação precisa e completa, explicações claras e propostas possíveis, o CRN estuda, clarifica e contrasta todas as vertentes da nanotecnologia e o seu impacto. Isto inclui vertentes como a política, a económica, a militar, a humanitária e a tecnológica. O CRN apresenta os resultados dos seus estudos não só ao público especializado, como também ao público em geral, e procura fazê-lo de maneira tão clara quanto possível.

O objectivo do CRN é investigar as implicações éticas, jurídicas e sociais da fabricação molecular, e educar tanto àqueles colectivos que poderão influenciar no seu desenvolvimento e aplicações, como também às pessoas que verão o seu impacto.

 

 

 

 

A nanotecnologia tem diversas utilidades:

 

 

 

 

 

 É assim, a aposta do futuro:
"A nanotecnologia dá a possibilidade aos cientistas de manipularem átomos de modo a construir, por exemplo, um gene ou até mesmo um neurónio".