Parlamento alemão alivia restrições à investigação com células estaminais

26/04/2008 20:35

 

Parlamento alemão alivia restrições à investigação com células estaminais

 

Apesar de manter uma das legislações mais restritivas da Europa, a Alemanha abriu um pouco mais a porta à investigação com células estaminais.

A produção em território germânico de células embrionárias humanas com fins científicos foi proibida em 1991. Os investigadores estavam assim limitados a usar células importadas e geradas antes de Janeiro de 2002.

O Parlamento alemão adoptou hoje uma lei que autoriza pesquisas com células geradas até 1 de Maio de 2007.

A questão divide profundamente o país, com a comunidade científica a defender um máximo de liberdade e a Igreja a pedir uma proibição total.

A democrata-cristã Annete Schavan, ministra da Educação e Investigação, tenta suavizar a polémica: "A pesquisa - e esta questão teve um papel central nas últimas semanas - pode extrair células estaminais de embriões que não estão destinados a uma gravidez. Por outras palavras, embriões que não representam qualquer problema de identificação."

O texto adoptado no Bundestag significa também o fim da proibição de participar em projectos internacionais de investigação com células estaminais.

—————

Back