Nanotecnologia é prioridade no MCT

19/03/2008 16:23

 

Nanotecnologia é prioridade no MCT

 

O Ministério da Ciência e Tecnologia vai disponibilizar R$ 100 milhões para serem aplicados nos próximos quatro anos em projetos de cooperação internacional nas áreas da ciência, tecnologia e inovação.

O objetivo é fortalecer a pesquisa nacional e promover a inovação tecnológica do País em áreas estratégicas, como biocombustíveis, biotecnologia, saúde animal, biodiversidade, nanotecnologia, espacial e nuclear.

O anúncio foi feito pelo ministro Sergio Rezende durante a reunião de posse dos representantes do Conselho Científico Consultivo sobre Assuntos de Cooperação Internacional, nesta terça-feira (18), na sede da FINEP, no Rio.

Segundo Rezende, são poucos os exemplos bem sucedidos de cooperação com outros países. No ano passado, o MCT comprometeu menos de  R$ 2 milhões em projetos cientificos e tecnológicos envolvendo parcerias exernas. 

A meta agora é ampliar as áreas de cooperação científica internacional com um trabalho mais articulado entre o MCT e suas agências, especialmente a FINEP e o CNPq.  O ministro citou um projeto de parceria com a Índia na área de fármacos, que está sendo conduzido pela Academia Brasileira de Ciências com recursos da FINEP, como uma iniciativa de sucesso. 

"Nossa atuação é muito no varejo, existem projetos em andamento, mas de forma desarticulada", afirmou o ministro. A prioridade agora é reforçar os acordos do Brasil com países da América do Sul e da África e ampliar as oportunidades de cooperação com a União Européia, Estados Unidos,  China e Ucrânia.
 
Formado por representantes da comunidade científica e tecnológica, do meio empresarial e pelos presidentes da FINEP, Luis Fernandes e do CNPq, Mario Zago, o novo Conselho terá um papel fundamental na condução da nova política.

Entre outras funções, os conselheiros vão propor temas, avaliar programas e emitir pareceres sobre os instrumentos de cooperação propostos por institutos e agências do MCT. Para isso, poderão contar com o apoio de consultores específicos de cada área.

—————

Back